1 de agosto de 2016

BEDA #1 - Como planejei a viagem com a minha família para a Europa

Tudo começou em uma conversa que tive com a minha irmã que também é minha companheira de viagem sobre como seria maravilhoso levar nossos pais em uma viagem de 30 dias para a Europa.

Então pensamos: Vamos ter que preparar tudo para não ser uma viagem cansativa para eles. Verificamos primeiramente se eles tinham interesse em fazer essa viagem, já que tínhamos feito várias outras viagens e eles não foram (a não ser uma para Paris e para Lisboa que somente minha mãe viajou conosco).

E para a nossa surpresa eles ficaram bastante animados com a ideia. Estavam seguros em viajar com as filhas que já conheciam bem alguns países da Europa.

Já havíamos feito duas viagens à Europa com uma agência espanhola que tinha filiais em São Paulo (hoje em dia ela não está mais no Brasil). Como gostamos muito do serviço, decidimos que a melhor maneira de viajarmos em família conhecendo vários países por um mês seria indo com um tour. Nesse caso as viagens de uma cidade para a outra seria de ônibus, e dessa forma teríamos que nos preocupar apenas com o horário que nossa turma iria sair do hotel. Meus pais têm muita disposição, mas mesmo assim eu sabia que uma viagem de 30 dias se não fosse bem planejada poderia deixá-los estressados.

Escolhemos então através do site da agência o pacote que mais agradava toda a família. Meus pais não tinham exigências, o que abriu o leque de possibilidades na escolha das cidades e países. Verificamos tudo em conjunto e quando decidimos fomos até a agência.

Quando chegamos na agência já sabíamos o pacote que queríamos fazer e também a data da viagem. Como meus pais não gostam muito do inverno decidimos viajar no verão europeu. Marcamos a ida para a primeira semana de agosto!!!!

Antes de ir à agência já havia feito algumas pesquisas de passagem aérea, portanto já sabia em média quanto iríamos gastar nas 4 passagens.

Minha ideia foi começar o tour por Paris, porém como amo essa cidade e por experiência, achava que o melhor seria nós irmos uma semana antes para a cidade, por conta própria, e depois começaríamos o tour com o grupo a partir de Paris seguindo para as outras cidades.

Então quando fomos à agência verificamos se o tour que havíamos escolhido estaria em Paris exatamente no dia que completaríamos 7 dias na capital francesa. 

A agente de viagens nos explicou que isso seria possível já que o começo do tour que havíamos escolhido seria em Madrid na Espanha e o ônibus levaria exatamente uma semana para chegar em Paris. Perfeito!!!! Era o que queríamos!!!!

Então fechamos o pacote, faltava verificar se compraríamos as passagens na agência ou eu mesma iria entrar na internet e comprar por minha conta.

A agente foi super paciente e prestativa na procura de uma passagem com um preço bom, e em alguns minutos ela achou uma passagem super interessante sem escalas. Isso seria quase impossível já que começaríamos nosso tour em Paris e terminaríamos em Madrid, então pelo menos em um dos trajetos deveríamos fazer alguma escala.

Acontece que os voos seriam pela Latam e nesse caso nossa ida seria de São Paulo a Paris e nossa volta de Madrid a São Paulo. Excelente!!! Um voo sem escala é bem melhor e menos cansativo.

Conclusão: Fechamos também as passagens aéreas!!!

Obs.: Tem um post que escrevi sobre Como encontrar uma passagem aérea para a sua viagem.

Tudo estava dando certo, mas é claro que o fato de termos resolvido tudo com antecedência foi uma das melhores coisas que fizemos. Fomos à agência em abril e nossa viagem seria em agosto.

Ah, importante dizer que tanto meus pais quanto minha irmã e eu já tínhamos passaportes válidos. Também não tivemos que tirar vistos, pois para viagens à Europa não é necessário visto para permanência inferior a 90 dias.



Então nos meses seguintes tivemos que providenciar algumas coisinhas importantes para a nossa viagem:

- Preparei um roteiro para cada cidade que pudesse atender a todos, já que tinha como objetivo fazer com que meus pais conhecessem muito bem as cidades visitadas sem se cansarem.

- Com o roteiro em mãos e sabendo quais pontos turísticos queríamos visitar, pesquisei os ingressos que poderia comprar pela internet, evitando assim pegar filas. Comprei por exemplo os ingressos para subirmos na Torre Eiffel. Para mais detalhes por favor leia o post:Torre Eiffel sem filas.

- Por meu pai ser diabético ficamos um pouco preocupados como ele conseguiria transportar as insulinas com segurança e mantendo a temperatura. Felizmente pesquisei e encontrei uma excelente bolsa para transportar insulina. Também fiz um post explicando como é essa bolsa. Veja em: Bolsa térmica para insulina.

- Fiz um seguro saúde para todos os dias da viagem, incluindo o dia da ida e o dia da volta. Leia também o post: Seguro Viagem - Importante e necessário para todo viajante.

- Como iríamos ficar uma semana em Paris por nossa conta tínhamos que reservar um hotel. Ah, resolvemos também ficar mais dois dias em Madrid no final do nosso tour, então também tivemos que reservar um hotel em Madrid para duas noites. Em Paris escolhemos o Hotel Ibis Paris Tour Eiffel e em Madrid o Hotel Catalonia Plaza Mayor.

- Por fim a análise de quanto dinheiro iríamos levar. Calculei os valores médios das refeições e os transportes públicos, além dos ingressos que não conseguimos comprar pela internet. Dessa forma compramos os euros em espécie e também compramos cartões recarregáveis com a bandeira MasterCard - Cash Passaport. Recarregamos esses cartões com euro. Dessa forma poderíamos usá-los como um cartão de débito em restaurantes e lojas por exemplo. Geralmente compro minhas moedas estrangeiras e os cartões em lojas de câmbio dentro de shoppings.

E assim foi meu planejamento para a viagem com a minha família!!!! 

Então até amanhã com um novo post: BEDA #2 - Dia da viagem para a Europa.

Pesquise seu hotel aqui!
   


Siga o Histórias para Viajar nas redes sociais:
        

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...