Mostrando postagens com marcador SUIÇA. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador SUIÇA. Mostrar todas as postagens

10 de junho de 2015

Como encontrar um bom hotel

Você já ficou perdido quando pensou na escolha de um hotel para a sua viagem?

Isso aconteceu comigo em minhas primeiras viagens, e não somente ao exterior, mas também quando comecei a viajar pelo Brasil ou até mesmo por algumas cidades próximas.

Com a experiência fui observando qual tipo de hotel eu gostava mais, e isso começou a facilitar as minhas escolhas.

É muito importante que você dedique um tempo para fazer uma pesquisa de hotéis pela internet. Faça uma análise perguntando a si mesmo o que um hotel bom, para você, precisa ter. Você prefere um hotel com quartos modernos ou uma decoração antiga, por exemplo. Dessa forma você vai fazendo uma triagem.

Quando fui viajar para Portugal com minha família, fiz uma super pesquisa no site de hotéis Booking.com. Achei vários hotéis que pareciam interessantes em Lisboa. Fui fazendo minha triagem de acordo com o que fui pesquisando.

Encontrei hotéis que pareciam ser muito confortáveis!!!! Através do Booking.com a pesquisa traz muitas fotos dos hotéis. Além de informações importantes como por exemplo, se há frigobar no quarto, o horário de check in e check out, e até mesmo se há serviço de translado ou se está próximo de alguma estação de metrô.

No nosso caso o hotel deveria ser confortável, com móveis novos, próximo ao metrô e em um bairro de fácil acesso ao centro da cidade. Encontrei alguns hotéis com essas características e fiquei na dúvida de qual escolher. Então, decidi ler as avaliações (no próprio site do Booking.com) de alguns hóspedes que estiveram no hotel pesquisado e que também fizeram a reserva pelo Booking.com. Dessa forma escolhi o hotel que havia mais avaliações positivas. E finalmente fiz minhas reservas. Depois que escolhi o hotel foi super fácil concluir o processo. O pagamento foi através do meu cartão de crédito. Imediatamente depois de concluir minha reserva, o Booking.com enviou um e-mail com a confirmação. 

No dia da nossa  viagem estávamos ansiosos para conhecer além da linda cidade de Lisboa, o hotel que havíamos escolhido com tanta dedicação. 

E para a nossa alegria o hotel era exatamente como havíamos visto nas fotos da internet. Ebaaaa!!!!!!

Apresentamos na recepção a confirmação de reserva que o Boooking.com havia nos enviado e pronto, check in feito!!!!!



O planejamento de uma viagem também inclui a pesquisa do seu hotel. Reserve um tempo para isso. Tenha tranquilidade e escolha o melhor hotel para você.

Viajar é uma delícia, mas a gente sabe que indo a passeio ou a trabalho, o dia em um lugar diferente pode ser cansativo, e dormir bem em um hotel que a gente se sinta à vontade é extremamente importante.


   

Veja também a página Hotéis do blog.


Siga o Histórias para Viajar nas redes sociais:
        


7 de fevereiro de 2015

Passeando por Lucerna e Principado de Liechtenstein - Série 1º tour pela Europa - Dia 12

O café da manhã no hotel em Zurique estava maravilhoso, aliás o hotel era excelente. O quarto era super confortável e o restaurante sensacional!!!!

Era domingo e iríamos passear por alguns lugares interessantes antes de chegarmos na Áustria.




A paisagem da Suíça é extraordinária. E não demorou muito, depois que saímos do hotel em Zurique, para chegarmos em nossa próxima cidade, Lucerna.

Como não poderia ser diferente, Lucerna é uma cidade belíssima. Sinceramente uma das paisagens mais lindas que já vi. 



A nossa guia nos levou para conhecer a cidade. Infelizmente por ser domingo muitas lojas estavam fechadas. Apenas algumas lojinhas de souvenirs estavam abertas.

Entramos em algumas e adoramos todas as lembrancinhas. Muitos canivetes suíços e chaveirinhos lindos.

A maioria dos atendentes das lojas falavam inglês e eram muito simpáticos. 

Na Suíça a moeda utilizada é o franco suíço, mas a maioria dos lugares aceita o euro. A única coisa é que se você for comprar alguma coisa e não der a quantia exata e precisar de troco, eles devolvem em franco suíço mesmo você comprando em euro.

Como não iríamos ficar muitos dias na Suíça só havíamos levado euro. Usamos o troco para comprarmos outras lembrancinhas. Falando nisso, achamos os preços na cidade muito atraentes. Uma pena mesmo as lojas de roupa estarem fechadas. Provavelmente se fosse durante a semana iríamos comprar algumas coisas por lá. Vimos na vitrine e gostamos tanto dos preços quanto dos produtos.

Depois que saímos das lojas de souvenirs fomos caminhar pela cidade. E que cidade linda!!!! O tempo estava maravilhoso. O dia estava ensolarado, porém frio.





A cidade não é muito grande, portanto em meio dia pude conhecê-la quase que inteiramente.



Combinamos com nossa guia turística de voltarmos para o ônibus (para seguirmos viagem) logo após o horário do almoço. 

Em nossa caminhada encontramos um McDonald`s e resolvemos entrar, assim não perderíamos tempo procurando um restaurante pela cidade. 

Fomos atendidas por um moço muito simpático e para não errarmos na escolha, decidimos pedir a promoção do Big Mac.

Foi um excelente pedido e confesso que nunca tinha comido um lanche tão gostoso. (Só fui encontrar um lanche tão saboroso quanto esse o ano passado quando estava na cidade de Québec no Canadá).

Adoramos nosso almoço e satisfeitas fomos caminhar mais um pouco antes de acabar nosso passeio por essa encantadora cidade.




Claro que não deixamos de comprar os deliciosos chocolates suíços!!! 

Saindo de Lucerna começamos a subir as montanhas suíças. Meu Deus! Que paisagem perfeita!!!!

Aquelas casas suíças no meio de tanta neve...impressionante!




O céu muito azul, as montanhas branquinhas da neve, uma paisagem que nunca tinha visto antes. A Suíça sem sombra de dúvida é um dos países mais lindos que conheci!


E o caminho foi assim, com paisagens maravilhosas até chegarmos em nosso próximo destino - o Principado de Liechtenstein.




O Principado de Liechtenstein é um território minúsculo governado por apenas um príncipe, por isso é chamado de Principado.

Em seus 160 km² moram pouco mais de 34 mil habitantes. Está localizado nos Alpes entre a Suíça e a Áustria.



A cidade é uma graça. Não ficamos muito tempo por lá, foi mais uma parada técnica. Mesmo assim tiramos algumas fotos antes de retornarmos para o nosso ônibus.




Então chegou a hora de voltarmos para o ônibus e seguirmos viagem para a última cidade desse dia, Innsbruck na Áustria.

Quando entramos no ônibus percebemos que algo estava errado. Havia uma movimentação diferente...

Bom, o que estava acontecendo era que um dos brasileiros que estava em nosso ônibus estava muito nervoso, pois havia perdido o seu passaporte.

Todos tentaram ajudá-lo de alguma forma, mas infelizmente o brasileiro não conseguia encontrar o documento...

Ficamos um bom tempo na cidade enquanto ele entrava em alguns lugares a procura do seu passaporte. Afinal, é o documento mais importante que temos quando estamos fora do nosso país.

Quando não havia mais jeito, a guia turística informou que deveríamos seguir viagem, caso ao contrário iríamos chegar muito tarde em Innsbruck.

O brasileiro que se chamava Moacir, e que mais tarde se tornaria um grande amigo nosso e nos acompanharia em alguns passeios pelo tour, estava desolado. Tadinho.

Ele queria que parássemos na fronteira com a Áustria para informar a perda do passaporte, no entanto a guia achou melhor ele ir à polícia ou ao consulado brasileiro quando chegássemos em uma grande cidade. Não estava sendo nada fácil para o Moacir.

E assim seguimos viagem para Innsbruck. Quando chegamos na cidade já era noite.

Pegamos nossas malas do ônibus e fizemos check in no hotel. Quando estávamos subindo o elevador vimos nosso mais novo amigo Moacir e perguntamos como ele estava se sentindo. E para a nossa surpresa, ele falou que estava muito feliz. 

Parecia mentira, mas ele havia encontrado o passaporte. Estava no fundo de uma de suas bolsas de viagem....hahahaha...ainda bem, mas que susto ele levou. Acho que dessa hora em diante ele não iria mais se desgrudar do passaporte.

Assim que deixamos as malas no quarto, decidimos procurar alguma loja que vendesse cartões telefônicos internacionais. O hotel não ficava longe do centro então fomos caminhando. 

Não encontramos nenhuma loja aberta. Também era tarde e além disso era domingo.

Voltamos para o hotel e perguntamos para o recepcionista como fazíamos para ligar para o Brasil do telefone do quarto. Nesse momento, mais uma vez ficamos surpresas: Ele nos disse que podíamos usar o celular dele para falar com nossos pais no Brasil. Que gentiliza!!!! 

Aceitamos, pois queríamos muito dar um "alô" para nossos pais. Claro que ligamos a cobrar e fizemos questão de avisá-lo para que ele tivesse certeza que não iria pagar nada em sua próxima conta telefônica.

Falamos com nossos pais rapidamente explicando que o recepcionista havia emprestado o celular. Ficamos muito agradecidas por esse bonito gesto...

Assim fomos dormir felizes...

Nossa guia turística havia nos informado que teríamos o tempo livre em Innsbruck até as 14 horas do dia seguinte.

Então nosso plano era acordar cedo, tomar o café da manhã e passear pela cidade...


E continua...não perca o dia 13 !

Quer saber como foi que começamos esse nosso tour pela Europa ? Não deixe de ler nosso primeiro post e acompanhe a série: Madrid - Série 1° tour pela Europa - Dia 1.

Confira o próximo post: Innsbruck e Verona - Série 1º tour pela Europa - Dia 13.


Siga o Histórias para Viajar nas redes sociais:
        

30 de janeiro de 2015

Zurique - Série 1º tour pela Europa - Dia 11

Acordamos bem cedinho e nos despedimos da cidade mais linda que já vimos. Como íamos para a Suíça, nos agasalhamos super bem. A gente sabia que lá era bem mais frio que a França.

Tomamos café e fomos conhecer de fato nossa nova guia turística e nossa nova turma de tour. Como disse no outro post, algumas pessoas do começo do nosso tour, incluindo nossos amigos, iriam para a Holanda e nós seguiríamos para a Suíça.

Tudo continuava perfeito, e com certeza conheceríamos novos viajantes animados!!!!

Logo na estrada já começamos notar a mudança de temperatura. Até nevou um pouco, normal já que estávamos no inverno indo para a Suíça.

Fizemos a parada técnica na estrada como de costume e depois seguimos viagem. Estava bem frioooo, mas mesmo assim descemos do ônibus para comprar umas guloseimas!!!


Essa parada é bem rápida, só o tempo para ir ao banheiro, tomar um café e esticar um pouco as pernas.

A parada mais longa seria na hora do almoço. Ou seja, mais ou menos depois de 2 horas dessa parada.

Às vezes nas paradas de meia hora aproveitávamos para dar um "Alô" para os nossos pais no Brasil. Em uma dessas ligações minha mãe comentou que no Brasil estava muito quente e que ela não acreditava que estávamos de blusas de frio e jaquetas. Hahaha...é inacreditável mesmo!!!!

Durante o caminho dormi um pouco, estava muito cansada, já que nos últimos dias tinha andado bastante conhecendo cada pedacinho das cidades visitadas. E além disso nesse dia tinha acordado muito cedo....

E novamente paramos na estrada. Dessa vez para almoçar. 

Minha irmã e eu já estávamos com fome, por isso não demoramos para escolher a comida. Estava uma delícia!!!! E bem quentinha!!!!


O dia estava muito bonito. Tinha sol, mas estava frio. Depois que almoçamos tínhamos ainda algum tempo, então fomos caminhar um pouco. A paisagem era bonita.

Quando deu o horário de voltar para o ônibus já estávamos prontas para seguir viagem.

Fomos apreciando a linda paisagem até chegarmos na cidade de Zurique.




Novamente entramos em um país que não faz parte da União Européia. Nossa guia turística precisou pegar os números dos passaportes de cada um dos passageiros para mostrar na fronteira da Suíça. Foi tudo tranquilo, e não precisamos descer do ônibus e nem ter os passaportes carimbados.

Chegamos na bela cidade de Zurique por volta das 3 horas da tarde.

Ficamos encantadas com tanta beleza. A cidade é um charme.



Iríamos passar somente essa noite na cidade, e como ainda estava cedo, a guia informou que poderíamos passear um pouco antes de irmos para o hotel. 

Descemos do ônibus e fomos conhecer Zurique.

Caminhamos por várias ruazinhas lindas. A cidade é pequena e bem diferente de Paris e Londres.

Ficamos sabendo que estava tendo uma festa na cidade. Vimos umas barraquinhas de comidas típicas.  Muito legal!!!! Vimos até uns homens que faziam parte de uma bandinha. Passaram por nós super simpáticos.

Estávamos realmente muito encantadas com a cidade. Aproveitamos cada instante tirando muitas fotos antes da hora de voltarmos para o ônibus e irmos para o hotel.





Conseguimos conhecer bastante a cidade. Fiquei impressionada quando vi uma fonte com a água congelada. 


Tudo muito lindo. Adorei as casinhas tipicamente suíças, as ruas e até a cabine telefônica.




E assim a noite chegou e já era hora de voltarmos para o ônibus. Ah que pena!!!!

Fomos para o hotel. Ficava meio distante do centro da cidade, mas quando chegamos no quarto tudo foi compensado. Ele era super aconchegante.


Deixamos nossas malas e fomos ligar para o Brasil, mas infelizmente não conseguimos falar com nossos pais. 

Sendo assim voltamos novamente para o quarto finalizando mais um dia da nossa maravilhosa viagem!!!

Foi uma breve passagem por Zurique, no dia seguinte conheceríamos a linda cidade de Lucerna e o interessante Principado de Liechtenstein, tudo isso antes de mudarmos novamente de país....


E continua...não perca o dia 12 !

Não deixe de ler a postagem que fizemos sobre a cidade de Zurique.

Quer saber como foi que começamos esse nosso tour pela Europa ? Não deixe de ler nosso primeiro post e acompanhe a série: Madrid - Série 1° tour pela Europa - Dia 1.

Confira o próximo post: Passeando por Lucerna e Principado de Liechtenstein - Série 1º tour pela Europa - Dia 12.


Siga o Histórias para Viajar nas redes sociais:
        

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...