Mostrando postagens com marcador QUÉBEC. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador QUÉBEC. Mostrar todas as postagens

21 de setembro de 2016

Como tirar o visto canadense

O Canadá é um dos países que exige visto para brasileiros. Meses atrás foi comentado que quem tivesse o visto americano e já tivesse tirado o visto canadense a menos de 10 anos não precisaria renovar o visto e entraria no Canadá apenas com o passaporte válido e uma simples autorização do Consulado do Canadá. No entanto, essa norma ainda não entrou em vigor fazendo com que os brasileiros ainda necessitam do visto.


Já tem um bom tempo que alguns leitores vêm pedindo um post de como tirar o visto canadense. Na semana passada mesmo um leitor escreveu pedindo essa informação.

Como já faz muitos anos que pedi um visto de turista para o Canadá tive que fazer uma pesquisa para saber como obter o visto canadense.

A primeira coisa que fiz foi entrar no site do Consulado do Canadá. No site fui para a página "Imigração e vistos".

Nessa página encontrei duas formas de solicitar o visto canadense:

1ª) Após entrar na página "Imigração e vistos" escolha o seu idioma de preferência entre inglês e francês.

Você será direcionado (a) a uma página onde você deverá escolher o tipo de visto que você deseja tirar: Visto de Turista, Visto de Estudos, Visto de Trabalho ou até mesmo um Visto de Trânsito (esse visto é para aquelas pessoas que vão para outro país, mas passarão pelo Canadá, mesmo de passagem e por poucas horas).

Após escolher o tipo de visto você irá para uma página onde terá informações em relação a documentação necessária.

Importante dizer que para visitar o Canadá você poderá solicitar o visto de uma única entrada ou de múltiplas entradas.

O visto de uma única entrada significa que você terá direito a entrar no Canadá uma única vez utilizando esse visto.

Já o visto de múltiplas entradas é válido para 10 anos ou um mês antes do passaporte vencer. Isso significa que nesse período você não precisará tirar mais vistos. Com esse visto você poderá entrar no Canadá várias vezes. Obs: Após a emissão do visto pelo Consulado do Canadá você deverá utilizá-lo pela primeira vez nos próximos 6 meses. Depois dessa primeira vez você poderá ir ao Canadá quando quiser dentro do período de validade do visto ou do passaporte.

Após checar qual documentação você precisará escolha entre aplicar para obtenção do visto da forma tradicional (via formulário em papel) ou online.



2ª) A outra forma de pedir o visto canadense e na minha opinião mais fácil e prático é solicitar o visto através do CSV (Centro de Solicitação de Vistos) que é recomendado pelo próprio site do Consulado do Canadá.

No CSV você terá todo o auxílio necessário em português. É cobrado uma taxa extra para esse serviço, mas vale a pena. Conheço pessoas que já solicitaram vistos através do CSV e gostaram muito do serviço prestado.

Ao entrar no site do CSV siga os 3 passos da primeira página. Se ainda achar difícil e precisar de ajuda como no preenchimento dos formulários por exemplo, veja os valores para cada serviço na página "Serviços e Custos" e entre em contato para mais informações no "Fale Conosco" do site.




Espero que essas informações tenham ajudado todos vocês que queiram conhecer esse maravilhoso país que é o Canadá. 

Confiram também um vídeo que fiz em minha última viagem de São Paulo a Toronto :




Siga o Histórias para Viajar nas redes sociais:
         

12 de setembro de 2016

Um dia na cabane à sucre em Québec no Canadá

Um dos lugares que eu tinha vontade de conhecer em Québec, província do Canadá, era a famosa cabane à sucre.

Você já ouviu falar do Maple Syrup ou sirop d`érable (em francês)? É um líquido açucarado que parece um mel e que os canadenses adoram. A cabane à sucre é o lugar onde o Maple Syrup é produzido. O líquido é extraído da árvore de bordo.

Então um belo dia de inverno canadense fui visitar esse maravilhoso lugar.

Logo pela manhã saí da cidade de Québec junto com a minha turma da aula de francês para conhecer a cabane à sucre L`en-Tailleur. Minha professora já havia feito a reserva de todo o grupo. E já havíamos realizado o pagamento. 



Nosso ponto de partida foi em frente à Universidade Laval. Fomos em um ônibus escolar, aquele ônibus amarelo típico das escolas americanas e canadenses.

A distância de Québec até a Ilha de Orléans, onde está localizada a cabane à sucre, foi de aproximadamente 20 minutos. Rapidinho!!!

Logo que chegamos recebemos uma breve explicação do processo de produção do Maple Syrup e logo depois fomos para uma lojinha onde vendia produtos típicos da região.








Após alguns minutos na loja fomos para um salão onde ficava um restaurante. O almoço seria uma refeição à base de Maple Syrup.

Mas antes do almoço assistimos um show super animado com um cantor muito alegre que chamava as pessoas para dançarem. Foi um dos momentos que mais gostei desse passeio!!!



Confira o vídeo Cabane à sucre de Québec, Canadá e veja esse divertido show :



E então felizes depois do show chegou o momento do nosso almoço.

Experimentamos uma sopa que estava bem gostosa e também comemos uma carne com feijão doce. Achei a comida interessante, toda preparada com Maple Syrup. Valeu muito a experiência!!!!




Por fim visitamos um museu e ainda experimentamos o Maple Syrup no palito (como mostrei no vídeo).










Visitar uma cabane à sucre é de fato um passeio muito agradável e fascinante, pois temos a oportunidade de vivenciar a cultura do país e ter contato com pessoas extraordinárias!!!


Siga o Histórias para Viajar nas redes sociais:
         

11 de setembro de 2015

Viagem de São Paulo para Québec no Canadá

O Canadá é um país que tem cidades lindas e uma delas é a famosa Québec.



A primeira vez que fui de São Paulo para Québec viajei pela Companhia Aérea Air Canada. Nesse caso meu voo saiu de São Paulo e foi direto para Toronto. Não há voo direto de São Paulo para Québec.

O voo foi muito tranquilo e levou mais ou menos 10h30 para chegar à maravilhosa cidade de Toronto.



No aeroporto de Toronto foi um longo trajeto para passar na imigração. Subi e desci escada, passei por esteira rolante...mas enfim cheguei!!!

É sempre assim, devemos mostrar nossa documentação na primeira cidade que desembarcamos.

Depois que passei na imigração desci até a área onde ficam as esteiras e peguei todas as minhas malas.

Sim, temos que pegar as malas novamente e fazer um novo check in para embarcarmos de Toronto para Québec. Por isso vai uma dica importante: programe seu voo para Québec com um bom espaço de tempo do horário que você chegará em Toronto. Assim você não corre o risco de perder o seu segundo voo. 

A diferença do meu voo de Toronto para o voo de Québec foi de 2 horas, mas acredite, mesmo assim foi meio apertado. Explico o porquê: Quando passei na imigração em Toronto havia várias pessoas passando por lá também, além disso quando fui pegar as malas tive que despachá-las novamente, o que levou ainda mais tempo. E finalmente quando fui passar no raio x com a minha mala de mão, havia uma fila enorme. Com tudo isso quando cheguei no portão de embarque para pegar o voo para Québec estava quase na hora da decolagem. 

Mas enfim deu tudo certo. O avião que peguei para Québec era bem menor que o avião que viajei de São Paulo para Toronto. 

Ele voa baixinho, então pude ver a cidade de Toronto perfeitamente....



A viagem até Québec durou mais ou menos 2 horas e quando estava chegando pude ver um pouco a beleza da cidade lá de cima.

Confira o vídeo que fiz quando estava chegando em Québec:


O aeroporto de Québec não é tão grande e é bem menos movimentado que o aeroporto de Toronto. Desci do avião praticamente na área onde estava a esteira com as minhas malas.

E depois de tantas horas para chegar nessa belíssima cidade peguei minhas malas e fui a procura de um taxi. Foi super fácil, pois havia muitos taxistas na porta do aeroporto.



Durante o caminho fui apreciando tudo e logo cheguei ao apartamento que iria ficar hospedada.

Estava bem cansada, mas depois que deixei as malas no apartamento adivinha onde fui parar ? 

Como boa paulistana fui ao shopping....hahaha...pois é, precisava comer alguma coisa e aproveitar para comprar algumas coisinhas no supermercado. 

Perguntei para um estudante que passava na rua onde ficava o shopping da cidade. Por uma sorte estava bem pertinho de 3 shoppings que são interligados. 





Cheguei lá com muita fome, então depois que comi um super lanche fui ao mercado e voltei andando para o apartamento...ufa... que dia!!!!

No canal do Youtube do Histórias tem muitos vídeos de Québec. Indico alguns :




Siga o Histórias para Viajar nas redes sociais:

        

20 de abril de 2015

O frio de Québec

Québec é uma das cidades mais lindas do Canadá, mas muitas pessoas têm um pouco de medo de conhecer a capital da província de Québec devido ao frio.

O inverno é muito intenso e a temperatura pode chegar até 40 graus negativos. Às vezes o vento está bem forte e intensifica o frio. Mas ninguém precisa ficar com aversão ao frio congelante nos meses do inverno canadense. Existem roupas bem apropriadas que protegem todos que vivem ou visitam a cidade.




Nos meses de novembro tem bastante promoção de botas e jaquetas de inverno e é nessa época que os moradores de Québec tem o hábito de renovar o guarda roupa.

O inverno é lindo!!! A neve deixa a cidade ainda mais charmosa. Geralmente os dias são bem curtos e a noite chega por volta das 16 horas. Neva tanto que o céu a noite não é escuro. As ruas ficam super claras com tanta neve caindo....é muito lindo.



Geralmente a neve vai embora no mês de abril. A primavera vai chegando aos poucos em meados de maio, e as flores começam a aparecer deixando a cidade com outra paisagem. 



A partir do mês de junho o frio quase desaparece para dar lugar a um verão muito, mas muito quente nos meses de julho e agosto. 




Em setembro a temperatura começa a ficar fresquinha para a chegada do outono. As folhas das árvores caem e o frio chega. O outono canadense é parecido com o inverno de São Paulo. 



E novamente começa a nevar em meados de novembro....




O importante é dizer que a cidade é linda em qualquer época do ano. O frio existe e não é um bicho de sete cabeças, mas tem que se preparar: comprar roupas adequadas como botas, meias, jaquetas, toucas e calças. Tem uma variedade enorme de jaquetas e botas nas diversas lojas da cidade. Fiz um vídeo dos três shoppings de Québec que são interligados. Lá certamente podemos encontrar as roupas necessárias para passar bem o frio de Québec.  

Ah, já estava esquecendo de falar que dentro de casa e de todos os estabelecimentos há calefação (aquecimento), dessa forma ninguém precisará vestir roupas de inverno em lugar fechado. Em casa fica tão quentinho que podemos usar camisetas e shorts, por exemplo, enquanto lá fora faz um frio de menos 40 graus!!!!

Veja também os vídeos de Québec no Canal Histórias para Viajar.



Siga o Histórias para Viajar nas redes sociais:
        


   
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...