13 de maio de 2020

Alugando um Airbnb em Toronto no Canadá

Você viu no post anterior Viagem para Toronto no Canadá que a minha irmã Taty e eu saímos do Aeroporto de Toronto e fomos para o basement que havíamos alugado pelo Airbnb.

Bom, mas antes quero falar como decidimos ficar nesse basement.

Logo que compramos nossas passagens aéreas tínhamos que achar um lugar para ficarmos hospedadas temporariamente em Toronto. 

Diante de algumas pesquisas como hotel, residência estudantil e até mesmo um flat, optamos por uma hospedagem pelo site do Airbnb.

Você que acompanha nossas viagens sabe que gostamos muito de ficarmos hospedadas em lugares aconchegantes. Então começamos a procurar por esse lugar. Vimos várias casas e apartamentos no site. Tivemos que ter muita paciência e disposição para procurarmos com atenção o que realmente queríamos. Mas tínhamos certeza que iríamos encontrar.

Como já conhecíamos Toronto, principalmente eu que já havia morado na cidade anteriormente, estávamos interessadas em alguns bairros. Começamos a selecionar o que queríamos como por exemplo, preço e tipo de hospedagem (casa, apartamento, basement). E com dedicação conseguimos encontrar nossa moradia temporária ideal.



Era um basement (os basements são quartos ou uma casa completa que fica no porão da casa principal. Abaixo do nível da rua) muito bem montado, com móveis novinhos, tinha um quarto com cama de casal, cozinha completa, sala aconchegante e um banheiro que era uma gracinha. Tudo isso tínhamos visto nas fotos  do site do Airbnb. Além disso o preço estava muito bom e ficava bem próximo do bairro que queríamos - o bairro da Eglinton-Yonge.

Para conhecer um pouco desse bairro assista ao vídeo: Bairro em Toronto, Canadá - Eglinton-Yonge (Como você nunca viu).



Fizemos a reserva desse basement no próprio site. Nossa hospedagem seria de 15 dias.

Assim que terminamos de preencher o formulário de reserva recebemos mensagens com algumas informações da proprietária do basement e o endereço da casa. Nessas mensagens a proprietária se apresentou com muita simpatia. Sabíamos que tínhamos escolhido muito bem nossa hospedagem.

Agora que expliquei como escolhemos esse basement posso continuar da onde havia parado no post anterior - a saída do Aeroporto de Toronto.

Nossa limosine foi fazendo um caminho que não conhecíamos e mesmo cansadas conseguimos apreciar toda a paisagem e o belo dia de outono que estava fazendo.

O motorista da limosine foi cortando caminho, desviando do trânsito e logo chegamos em casa.

Fomos recebidas por uma jovem senhora muito simpática que era sogra da moça que enviava as mensagens quando estávamos no Brasil.

Ela ficou impressionada com o número de malas que tínhamos, então explicamos que estávamos vindo de mudança.



Ela nos ajudou a descermos com as malas até o basement e nos explicou tudo que precisávamos saber, como por exemplo, onde estava as roupas de cama, como funcionava a lava louças, onde jogava os lixos. E por fim nos deu a chave e passou seu número de telefone para caso quiséssemos falar com ela.

Fechamos a porta e vimos que tudo que tínhamos visto nas fotos quando estávamos no Brasil era 100% verdadeiro. Ficamos muito felizes. O basement era muito aconchegante.





Fizemos um vídeo para o canal do Histórias no Youtube mostrando todo esse basement em detalhes. Vou deixar esse vídeo aqui embaixo para você ver: Airbnb em Toronto, Canadá.



Depois que nos acomodamos entramos em contato com nossos pais no Brasil. Falamos de como havíamos gostado da nossa casa temporária.

À tarde resolvemos aproveitar o dia conhecendo a região. Acabamos almoçando no McDonald`s da Eglinton-Yonge.

Depois voltamos para casa e descansamos.

Fizemos um vídeo explicando e dando várias dicas de como foi o nosso dia em detalhes depois que deixamos as malas no basement e fomos explorar o bairro: Como foi nosso primeiro dia em Toronto, Canadá.


Siga o Histórias para Viajar nas redes sociais:




       

8 de abril de 2020

Viagem para Toronto no Canadá

No ano de 2017 minha irmã Taty e eu programamos nossa viagem de retorno ao Canadá.

Talvez você já saiba, mas em 2001 fiz um intercâmbio para Toronto (Confira o post: Meu intercâmbio para o Canadá). Foi a primeira vez que estive no Canadá. Morei na cidade por mais de 4 anos retornando ao Brasil em 2005.

Em 2013 a Taty e eu fomos morar na cidade de Québec e ficamos por lá quase 1 ano. Novamente voltamos ao Brasil. Após 3 anos tomamos a decisão de irmos morar definitivamente no Canadá. Dessa vez escolhemos a primeira cidade que conheci - a bela Toronto.

O que tínhamos que fazer era comprar a passagem para Toronto. Não precisávamos de visto já que somos residentes permanentes (Confira o post: Como tirar o visto canadense) então começamos a nossa pesquisa para a compra da passagem.

Pesquisamos em alguns sites de vendas de passagens aéreas, mas decidimos mais uma vez ligar diretamente para a Air Canada para comprar as passagens. Digo mais uma vez porque todas as vezes que eu ou minha família viajamos para o Canadá compramos as passagens diretamente com a Air Canada.

Estando no Brasil não conseguimos comprar as passagens pelo site da Air Canada, temos que ligar e falar com os atendentes. E sempre que falo com eles sou muito bem atendida.

E conversando com uma simpática funcionária da Air Canada conseguimos finalmente escolher a melhor data para a nossa viagem de retorno ao Canadá.

O dia escolhido foi 26 de setembro de 2017.

Como estávamos de mudança para Toronto colocamos quase todas as nossas roupas em 4 malas de 32 quilos. E ainda levamos duas malas de mão.

Mesmo sendo bem acostumadas a fazer malas foi um grande desafio colocar todos os nossos pertences nas malas.

Na noite anterior à viagem ficamos praticamente sem dormir terminando de arrumar tudo.

No dia da viagem aconteceu algo que nunca havia acontecido antes em nenhuma de nossas viagens: Acabamos nos atrasando para irmos ao Aeroporto Internacional de São Paulo e por muito pouco não perdemos o voo.

Fomos as últimas a passar no check-in e corremos muito até o portão de embarque. Mas graças a Deus tudo deu certo.



Nosso voo foi muito tranquilo e após 10 horas e meia chegamos em Toronto.

Depois de tanta correria em São Paulo a Taty e eu decidimos ir com tranquilidade em direção à imigração. Fomos as últimas a sair do avião. Era bem cedinho e o aeroporto estava bem tranquilo.










Quando chegamos na imigração quase todos do avião já tinham passado. Escaniamos nossos documentos em uma maquininha onde todas as pessoas que tem documentação canadense podem utilizar. Não precisamos falar com nenhum oficial (para quem vai viajar com visto quando chegar na imigração deve pegar a fila para estrangeiros, esperar para falar com o oficial de imigração apresentando seus documentos, como por exemplo passaporte, passagem aérea ida e volta, carta da escola, comprovante de estadia. Confira também o post: Quais os documentos levar em uma viagem internacional). Depois fomos direto para o setor das esteiras. Verificamos no painel o número da nossa esteira, pegamos um carrinho e depois nossas malas.







Fomos a caminho do portão de desembarque. Entregamos uma ficha que preenchemos no avião (fizemos um vídeo onde ensinamos como preencher essa ficha obrigatória) e entregamos a um funcionário do aeroporto.

Assim que saímos sentamos um pouco e entramos em contato com nossos pais para dizer que havíamos chegado muito bem.

Depois disso pegamos uma limosine, que na verdade é um carro comum com motorista e que tem um preço fechado para nos levar ao nosso destino. É como se fosse Uber, a diferença é que os motoristas já ficam lá fora com seus carros. Os passageiros falam diretamente com eles. No Aeroporto Pearson em Toronto tem uma placa informando a saída que os motoristas estão prestando o serviço de limosine (Limo Service). No vídeo Voando de Air Canada - de São Paulo a Toronto você poderá ver a nossa viagem toda. Informei também o valor que pagamos na limosine.



Saímos do aeroporto de Toronto e fomos a caminho da nossa residência temporária - nosso basement que alugamos pelo Airbnb (Confira de antemão o vídeo que gravei desse basement: Airbnb em Toronto, Canadá)  e que contarei com detalhes para você no próximo post: Alugando um Airbnb em Toronto no Canadá.

Siga o Histórias para Viajar nas redes sociais:



       
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...